45% das crianças brasileiras vivem abaixo da linha da pobreza

22/03/2011 - CIESPI - Centro Internacional de Estudos e Pesquisas sobre a Criança
O CIESPI, em convênio com a PUC-Rio, lança a primeira série de indicadores sobre a primeira infância no Brasil urbano e rural. A ferramenta reúne gráficos e tabelas que apresentam um perfil demográfico das crianças de 0 a 6 anos no país. Esta iniciativa é fruto do projeto Primeira Infância no Brasil Urbano, desenvolvido em parceria com o Instituto C&A.
Segundo a diretora presidente do CIESPI, professora Irene Rizzini, desde a década de 80 a equipe de pesquisadores do Centro produz dados prioritariamente sobre [as ] crianças, adolescentes e jovens cujos direitos foram violados, encontrando-se em situações de grande vulnerabilidade. Entretanto, nos últimos anos, a equipe optou por voltar o olhar também para a promoção dos direitos e do bem-estar das crianças na primeira infância.
- Visando subsidiar políticas públicas que priorizem as crianças, está em desenvolvimento, em parceria com o Instituto C&A, um projeto que prevê a criação de ferramentas para a promoção do direito ao desenvolvimento integral de crianças de 0 a 6 anos. A primeira ferramenta que está sendo lançada é a Base de Dados com indicadores sobre a primeira infância., explicou Irene Rizzini.
A Base de Dados chama atenção para algumas estatísticas marcantes: 45% das crianças brasileiras na primeira infância estão abaixo da linha de pobreza. Para Irene Rizzini, o Brasil vem apresentando avanços no campo da garantia dos direitos das crianças na primeira infância, mas mudanças ainda devem ser efetivadas. Segundo a professora, a Base de Dados é uma forma de contribuir para que as oportunidades de desenvolvimento das crianças sejam priorizadas no futuro:
- A Base de Dados sobre a Primeira Infância é uma das ferramentas que o CIESPI vem produzindo para auxiliar os atores do Sistema de Garantia de Direitos e uma variedade de atores do poder público e da sociedade civil a concretizar esta mudança. Além desta primeira série de indicadores, uma série de outras ferramentas serão criadas com o objetivo de fornecer subsídios para identificar as prioridades de ações que beneficiem os brasileiros em seus primeiros anos de vida. -explica.